• Câmara de Cinfães lança concurso para substituir luminárias por tecnologia Led

    Câmara de Cinfães lança concurso para substituir luminárias por tecnologia Led

  • Rádio Douro Nacional...7 Anos !

    Rádio Douro Nacional...7 Anos !

  • SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS E COMEMORAÇÃO DOS FIÉIS DEFUNTOS EM LAMEGO

    SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS E COMEMORAÇÃO DOS FIÉIS DEFUNTOS EM LAMEGO

  • Rádio Douro Nacional - Lamego

    Rádio Douro Nacional - Lamego

  • Mau tempo põe todos os distritos do continente sob aviso amarelo amanhã

    Mau tempo põe todos os distritos do continente sob aviso amarelo amanhã

Operação “Ano Novo” da GNR intensifica fiscalização da condução sob a influência do álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica até 5 de janeiro, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nas principais vias de acesso aos locais associados às festividades do Ano Novo, com o objetivo de prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.
Durante a operação, serão empenhados, diariamente, mais de 4600 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança.
A operação natal e ano novo da GNR têm o mesmo objetivo, mas na passagem de ano, as autoridades dão mais atenção os possíveis exageros dos condutores, como o excesso de álcool ou excesso de velocidade.
Até 5 de janeiro, a GNR vai estar nas principais estradas do distrito de Viseu, com especial atenção à condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas; Excesso de velocidade; Falta de habilitação legal para o exercício da condução; Não cumprimento das regras de trânsito; Incorreta ou não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção para crianças; Utilização indevida do telemóvel durante a condução.
A condução sob a influência de álcool, o excesso de velocidade e a não utilização do cinto de segurança constituem três das principais causas de vítimas nas estradas, pelo que a GNR apela a todos condutores que pratiquem uma condução segura, prudente e livre de álcool.