• Rádio Douro Nacional...9 Anos!

    Rádio Douro Nacional...9 Anos!

  • César Mourão leva humor de

    César Mourão leva humor de "Terra Nossa" a Lamego

  • Câmara de Lamego reforça programa de incentivo à natalidade

    Câmara de Lamego reforça programa de incentivo à natalidade

  • Lamego vai ter residência universitária com 46 camas

    Lamego vai ter residência universitária com 46 camas

  • Fábio Duarte novo Vereador dos Serviços Urbanos da Câmara de Lamego

    Fábio Duarte novo Vereador dos Serviços Urbanos da Câmara de Lamego

  • Município de Lamego celebra protocolos para Atividades de Enriquecimento

    Município de Lamego celebra protocolos para Atividades de Enriquecimento

Festas de Lamego com programa condicionado pela pandemia

As Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, vão este ano realizar-se com um programa de atividades condicionado pelo contexto de pandemia, mas que permitirá ajudar os agentes económicos e culturais.

Sob o lema "Viver os Remédios", a romaria realiza-se de 27 de agosto a 9 de setembro. "Estas festas costumam atrair anualmente milhares de pessoas à cidade de Lamego. Fruto do contexto pandémico que vivemos, o município desenvolveu um plano de desconfinamento de modo a poder mantê-las vivas", disse a vereadora e presidente da Comissão de Festas, Ana Catarina Rocha. Cumprindo todas as orientações da Direção-Geral da Saúde, esta edição contará com o regresso de espetáculos adaptados, apostando fortemente nos agentes culturais locais. "Vamos ter recinto de festa, devidamente organizado mediante as regras, e vamos ter alguns concertos, tendo o palco principal sido deslocado da Avenida Dr. Alfredo Sousa para o parque do CTOE (Centro de Tropas e Operações Especiais - Santa Cruz) para conseguirmos fazer o controlo de entradas", explicou. O objetivo é, segundo a responsável, "respeitar as normas e garantir a segurança e a integridade de todos aqueles que vivem esta festa". Haverá também instalações evocativas de momentos marcantes, como a marcha luminosa, a batalha de flores e o cortejo etnográfico. "Isto para que, apesar de não podermos fazer estes eventos, as pessoas mantenham vivas na memória estas componentes da nossa festa", justificou Ana Catarina Rocha. A vereadora avançou que, caso as circunstâncias permitam, realizar-se-ão "as tradicionais partidas de fogo, que os lamecenses e os durienses tanto apreciam, nomeadamente no dia 7 e no dia 09, com a introdução de uma novidade, que é o lançamento de fogo-de-artifício em quatro cantos da cidade". A romaria contará com espaços de diversões, área de restauração, exposição de artesanato e de produtos endógenos. O programa em detalhe será apresentado publicamente a 23 agosto.