• Rádio Douro Nacional...8 Anos!

    Rádio Douro Nacional...8 Anos!

  • Condutores detidos por conduzirem sob efeito de álcool em Lamego e Viseu

    Condutores detidos por conduzirem sob efeito de álcool em Lamego e Viseu

  • Mulher atingida a tiro em Cambres - Lamego

    Mulher atingida a tiro em Cambres - Lamego

  • Homem detido por violência doméstica em Lamego

    Homem detido por violência doméstica em Lamego

  • Tentativa de suicídio na Barragem do Carrapatelo

    Tentativa de suicídio na Barragem do Carrapatelo

  • NORTH MUSIC FESTIVAL REGRESSA EM SETEMBRO NA ALFÂNDEGA DO PORTO

    NORTH MUSIC FESTIVAL REGRESSA EM SETEMBRO NA ALFÂNDEGA DO PORTO

Deputados do PS lamentam condições do centro de saúde de Lamego

Os deputados do PS eleitos por Viseu lamentaram hoje que o espaço do centro de saúde de Lamego não se ajuste "às reais necessidades das pessoas" e perguntaram ao Governo se está prevista a construção de um novo.

Segundo os deputados, "o espaço é exíguo para o número de utentes que serve e as diversas unidades que contempla não possuem acessibilidades para os utentes com mobilidade reduzida". Naquele espaço funcionam o centro de saúde, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Almedina e a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), tendo os dois primeiros serviços 8.534 utentes e o último 6.788 utentes, referem. Neste âmbito, os deputados socialistas perguntaram à ministra da Saúde se "está prevista a construção de um novo centro de saúde para Lamego" e de novas instalações para a USF Almedina e para a UCSP. "Os cuidados de saúde primários asseguram que os utentes recebam cuidados completos, médicos e de enfermagem", sublinham, acrescentando que estes vão desde a prevenção a "todos os outros cuidados que recebem ao nível das consultas médicas, tratamentos e cuidados paliativos". Os deputados dizem ainda que "há quem entenda os cuidados de saúde primários como uma componente essencial do desenvolvimento humano, centrada em aspetos económicos, sociais e políticos". "Assim, dada a relevância que assumem cada vez mais os cuidados de saúde primários, as infraestruturas são essenciais para que os profissionais de saúde possam prestar serviços com mais dignidade e com mais qualidade aos seus utentes", defendem.