• Rádio Douro Nacional...8 Anos!

    Rádio Douro Nacional...8 Anos!

  • Colisão entre motociclo e ligeiro de passageiros faz um ferido em Lamego

    Colisão entre motociclo e ligeiro de passageiros faz um ferido em Lamego

  • Homem em estado grave após colisão em Lamego

    Homem em estado grave após colisão em Lamego

  • Mulher encontrada morta, marido em estado grave

    Mulher encontrada morta, marido em estado grave

  • Condutores detidos por conduzirem sob efeito de álcool em Lamego e Viseu

    Condutores detidos por conduzirem sob efeito de álcool em Lamego e Viseu

  • Mulher atingida a tiro em Cambres - Lamego

    Mulher atingida a tiro em Cambres - Lamego

Bombeiros de Lamego infetados instruídos a não revelar contactos

Dois elementos da corporação de Bombeiros Voluntários de Lamego infetados com Covid-19 foram instruídos pela direção a não revelarem os contactos pessoais às autoridades de saúde, disse à agência Lusa o subchefe Nuno Moreira.

O voluntário acusa a direção de manter aquela corporação a funcionar "normalmente", colocando em risco "a saúde dos bombeiros, dos seus familiares e da própria população", ao alegadamente não cumprir as normas da Direção-Geral da Saúde. Contactado pela Lusa, o subchefe Nuno Moreira acrescentou, ainda, que ao confrontar o presidente da associação humanitária que detém a corporação de bombeiros, este "chamou as autoridades" policiais para o colocar "fora do quartel" e apresentou queixa na PSP de Lamego, onde o bombeiro também se encontrava para prestar declarações depois de ter sido identificado no quartel. O voluntário garantiu também que apesar de existirem dois casos confirmados de Covid-19 entre os bombeiros da corporação "não foram feitos quaisquer testes" aos restantes elementos do quartel, "nem qualquer desinfeção" dos espaços ou tomadas precauções para "evitar contactos com pessoas". A agência Lusa tentou ouvir o comandante da corporação de Voluntários de Lamego sobre este caso, mas, num primeiro contacto, Nuno Carvalho respondeu que estava numa reunião e não podia falar, remetendo a conversa para mais tarde. As tentativas de contacto telefónico subsequentes com Nuno Carvalho, por voz e mensagem, resultaram infrutíferas.

Lusa

Entretanto, a direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lamego já reagiu à notícia através de um comunicado: