• Aprovada proposta da Comissão Política Concelhia do PSD Lamego em apresentar Francisco Lopes como candidato à Câmara de Lamego

    Aprovada proposta da Comissão Política Concelhia do PSD Lamego em apresentar Francisco Lopes como candidato à Câmara de Lamego

  • Rádio Douro Nacional...8 Anos!

    Rádio Douro Nacional...8 Anos!

  • Autárquicas: Ângelo Moura é “decisão sem contestação” para Lamego

    Autárquicas: Ângelo Moura é “decisão sem contestação” para Lamego

  • Detido após discussão com familiares em Lamego

    Detido após discussão com familiares em Lamego

  • Homem encontrado morto num pinhal em Lamego

    Homem encontrado morto num pinhal em Lamego

  • Centro de apoio ao Serviço Nacional de Saúde de Lamego já fez mais de 1.200 chamadas

    Centro de apoio ao Serviço Nacional de Saúde de Lamego já fez mais de 1.200 chamadas

Município de Resende volta a baixar impostos

A Câmara Municipal de Resende deliberou aprovar, em reunião ordinária do Executivo, realizada no dia 21 de outubro, a proposta do Presidente da Câmara Municipal, Garcez Trindade, de baixar impostos na área do Município.

Assim, no atual contexto epidemiológico devido à pandemia da doença COVD-19 e aos seus efeitos nefastos nas condições económicas e sociais de muitas famílias, o Município irá acentuar a sua trajetória de alívio da carga fiscal, dando mais um contributo para a mitigação da crise que se avizinha. Ao nível do IMI, a principal fonte de receita dos impostos municipais, foi deliberado a descida da taxa em 0,05 pontos percentuais (para 0,4%). O Município continuará, também, a adotar o designado “IMI” familiar” que consiste numa dedução no imposto a pagar que varia consoante o número de dependentes que compõem o agregado familiar. Importa também destacar a isenção automática de que beneficiam os agregados familiares com baixos rendimentos, protegendo, assim, o segmento mais desfavorecido da nossa comunidade do pagamento deste imposto. Em termos de IRS, o Município vai continuar a abdicar da totalidade da participação a que tem direito, concedendo assim aos residentes no concelho uma redução de 5% na sua coleta de IRS. Para além de promover um alívio fiscal associado aos rendimentos do trabalho, esta medida pode constituir-se também como um fator de competitividade territorial. Relativamente à tributação sobre as empresas, mais concretamente no que diz respeito à derrama municipal, mantém-se a opção de beneficiar o conjunto das microempresas com volume de negócios até 150.000,00 euros, que constituem o grosso do tecido empresarial e que contribuem de forma determinante para a geração de riqueza e emprego em Resende. Este conjunto de medidas fiscais só se tornou possível dada a atual estabilidade financeira da autarquia que abdica, assim, de 545 mil euros de receita, em benefício dos munícipes. Esta proposta de baixa de impostos, que será remetida à Assembleia Municipal para deliberação, representará uma ajuda importante para os residentes em Resende, diminuindo o esforço fiscal àqueles que contribuem para o desenvolvimento do concelho.