• Rádio Douro Nacional...8 Anos!

    Rádio Douro Nacional...8 Anos!

  • Roubos de catalisadores de carros aumentam no distrito de Viseu. Em Lamego registaram-se seis casos

    Roubos de catalisadores de carros aumentam no distrito de Viseu. Em Lamego registaram-se seis casos

  • Explosão destrói cozinha em Lamego

    Explosão destrói cozinha em Lamego

  • Dois mortos e três feridos em capotamento de viatura dos Bombeiros

    Dois mortos e três feridos em capotamento de viatura dos Bombeiros

  • Menor rouba bicicleta de dois mil euros em Lamego

    Menor rouba bicicleta de dois mil euros em Lamego

  • COMPLEXO DE TRILHOS DE TAROUCA APRESENTADO AO PÚBLICO

    COMPLEXO DE TRILHOS DE TAROUCA APRESENTADO AO PÚBLICO

PSP alerta para e-mail fraudulento

A Polícia de Segurança Pública alertou para a existência de um e-mail fraudulento a solicitar informações sobre supostas queixas apresentadas pelos destinatários, explicando que não é um procedimento usado pelas autoridades.

Em comunicado, a PSP explica que "teve conhecimento, por intermédio de diversos cidadãos, da circulação de comunicações via e-mail, aparentemente provenientes desta Polícia, com convocatórias de presença e ou a solicitar informação sobre supostas queixas apresentadas pelos destinatários com indicação de um link". Perante este caso a PSP alerta que não recorre a comunicações contendo links, pelo que é alheia a estas comunicações e apela para que as pessoas que tenham recebido ou venham a receber esta comunicação, não utilizem nenhum dos links que ali constam por se tratar de um esquema de furto de dados pessoais. A Polícia de Segurança Pública solicita que essa comunicação fraudulenta lhe seja enviada como anexo para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e que seja eliminada da respetiva caixa de entrada. “Reforça-se que os cidadãos devem ter atenção ao conteúdo das comunicações eletrónicas que recebem, ainda que aparentemente possam ser enviadas pela PSP, porquanto há traços que permitem desde logo duvidar da proveniência da comunicação”, refere a PSP explicando que no caso o emissor não pertence ao domínio @psp.pt, é usada linguagem com erros gramaticais e de sintaxe e com um propósito da comunicação pouco claro.