• Rádio Douro Nacional...9 Anos!

    Rádio Douro Nacional...9 Anos!

  • Rádio Douro Nacional - Lamego é a 𝗥Á𝗗𝗜𝗢 𝗢𝗙𝗜𝗖𝗜𝗔𝗟 𝗗𝗔𝗦 𝗙𝗘𝗦𝗧𝗔𝗦 𝗗𝗘 𝗟𝗔𝗠𝗘𝗚𝗢 𝟮𝟬𝟮𝟮

    Rádio Douro Nacional - Lamego é a 𝗥Á𝗗𝗜𝗢 𝗢𝗙𝗜𝗖𝗜𝗔𝗟 𝗗𝗔𝗦 𝗙𝗘𝗦𝗧𝗔𝗦 𝗗𝗘 𝗟𝗔𝗠𝗘𝗚𝗢 𝟮𝟬𝟮𝟮

  • Evocação do Dia da Liberdade em Lamego aborda prática da corrupção

    Evocação do Dia da Liberdade em Lamego aborda prática da corrupção

  • Cavacas de Resende regressam com dois dias de festa

    Cavacas de Resende regressam com dois dias de festa

  • Convento de Ferreirim reabriu ao público com apoio do Município de Lamego

    Convento de Ferreirim reabriu ao público com apoio do Município de Lamego

  • Município de Tarouca entrega dispositivos de teleassistência a idosos do concelho

    Município de Tarouca entrega dispositivos de teleassistência a idosos do concelho

Feira Semanal de Lamego não tem data para a reabertura

A Feira Semanal de Lamego ainda não tem data para retomar. O presidente da Câmara, Ângelo Moura, diz ao Jornal do Centro que encara o atual período da retoma com a mesma preocupação face às semanas em que Portugal esteve em estado de emergência. “A Feira de Lamego era um momento de grande movimentação e procura por parte da população de Lamego e de concelhos vizinhos.

Não vejo como provável a sua reabertura nos tempos mais próximos”, afirma o autarca, que lembra que a Comunidade Intermunicipal do Douro tinha proibido a realização de ações culturais e recreativas até 30 de junho. Já o transporte público em Lamego vai ser adotado às necessidades da população e sobretudo da comunidade escolar, nomeadamente dos alunos do ensino secundário. “Teremos de dar resposta às necessidades. A partir delas e numa ótica de gestão racional e rigorosa, iremos satisfazer as pretensões”, explica Ângelo Moura. O autarca lembra que o plano de contingência que adotou a 10 de março é para continuar, porque considera que as cautelas nunca são demais, com “a necessidade de manter as mesmas medidas de segurança tomadas até agora”. “Para agora, manifestamos preocupação com a economia, mas temos de ter sempre presentes as preocupações sanitárias e da saúde. As nossas estatísticas apontam para alguma tranquilidade. Em Lamego, continuamos a registar o mesmo número de infetados, mas entendo que devemos ser cautelosos”, remata o presidente da Câmara.

Jornal do Centro