• Portugal volta ao confinamento. Conheça as novas regras

    Portugal volta ao confinamento. Conheça as novas regras

  • Associação de produtores pede eleições na Casa do Douro

    Associação de produtores pede eleições na Casa do Douro

  • Rádio Douro Nacional - Lamego

    Rádio Douro Nacional - Lamego

  • Tomada de posse dos novos corpos sociais da Santa Casa da Misericórdia de Lamego

    Tomada de posse dos novos corpos sociais da Santa Casa da Misericórdia de Lamego

  • António Costa admite novo confinamento total

    António Costa admite novo confinamento total

  • HOMEM ATIRA-SE DA PONTE DA A24 E MORRE

    HOMEM ATIRA-SE DA PONTE DA A24 E MORRE

Obras de saneamento na Penajóia decorrem a bom ritmo

As obras da empreitada de recolha, transporte e tratamento de águas residuais em curso na freguesia da Penajóia, um dos maiores investimentos públicos de sempre nesta área executados no concelho de Lamego, decorrem a bom ritmo. A dispersão geográfica dos lugares e das habitações obriga à instalação de uma rede muito extensa de condutas, cerca de 8,5 quilómetros, e de várias estações elevatórias, de modo a eliminar as situações de insalubridade que ainda subsistem.Esta intervenção permitirá depois drenar diretamente as águas residuais para a ETAR de Cambres. No terreno, a intervenção está a cumprir os prazos previstos, devendo estar concluída até ao final do ano.

Numa visita de trabalho efetuada à zona ribeirinha da freguesia, entre os lugares da Curvaceira e do Moledo, onde os trabalhos avançam neste momento, o Presidente Ângelo Moura afirmou que esta intervenção "traz a Penajóia para o século XXI". "Vamos dotar esta freguesia de infraestruturas básicas que há muito já foram instaladas noutras zonas do concelho. A proteção do meio ambiente e a melhoria da higiene pública é um objetivo prioritário desta Câmara Municipal", explica. Com financiamento comunitário, em 85%, aprovado no PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, financiado pelo Fundo de Coesão, esta obra exige à autarquia um esforço financeiro aproximado de 350 mil euros. O Município de Lamego adjudicou a construção deste novo sistema à firma "Francisco Pereira Marinho", pelo valor de 1.074.147,49€, mais IVA. Durante a sua deslocação à freguesia da Penajóia, Ângelo Moura visitou ainda o Lugar de Sampaio, onde em breve os serviços municipais vão iniciar a instalação de uma rede pública de água que abrangerá cerca de 20 fogos. "Ao fim de mais de 40 anos de democracia, chegará aqui finalmente água ao domicílio. Não se compreende que estas pessoas não tenham ainda acesso a este bem essencial em suas casas", sublinha o autarca.

Ricardo Pereira