• A Rádio Douro Nacional está de parabéns! 7 Anos...

    A Rádio Douro Nacional está de parabéns! 7 Anos...

  • Santuário de Fátima cancela peregrinação de maio

    Santuário de Fátima cancela peregrinação de maio

  • Rádio Douro Nacional - Lamego

    Rádio Douro Nacional - Lamego

  • "𝐀 𝐑𝐎𝐌𝐀𝐑𝐈𝐀 𝐃𝐄 𝐏𝐎𝐑𝐓𝐔𝐆𝐀𝐋, 𝐍𝐎𝐌𝐄𝐀𝐃𝐀 𝐍𝐀𝐒 𝟕 𝐌𝐀𝐑𝐀𝐕𝐈𝐋𝐇𝐀𝐒 𝐃𝐀 𝐂𝐔𝐋𝐓𝐔𝐑𝐀 𝐏𝐎𝐏𝐔𝐋𝐀𝐑"

  • 10 CASOS CONFIRMADOS de Covid-19 no Concelho de Lamego

    10 CASOS CONFIRMADOS de Covid-19 no Concelho de Lamego

Misericórdia de Valpaços disponibiliza novo hospital com 40 camas

A Santa Casa da Misericórdia de Valpaços, disponibilizou as instalações do novo hospital, com cerca de 40 camas, para acolher doentes e ajudar a combater a pandemia de Covid-19.

“Como temos o nosso hospital pronto, novo, decidimos disponibilizá-lo à Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N). Se houver necessidade de camas na região nós estamos disponíveis para ceder o hospital”, afirmou hoje à agência Lusa o provedor Altamiro Claro. No ofício remetido à ARS-N, o provedor da Santa Casa Misericórdia de Valpaços salientou “que todas as instalações dispõem dos equipamentos necessários para que foram projetados e em funcionamento”. A unidade hospitalar possui 22 camas de cuidados continuados, um quarto de isolamento com pressões negativas, 11 camas de internamento, recobro com quatro camas e pressões negativas, área do bloco operatório com fluxo laminar, serviço de apoio permanente e máquinas de Raio X e TAC. O responsável frisou que o hospital encontra-se, assim, equipado para “fornecer aos doentes todo o tratamento necessário”. “Esta é uma forma de darmos o nosso contributo ao combate a esta pandemia de Covid-19”, salientou. O objetivo é dar resposta às necessidades que forem sentidas na região, no entanto o provedor ressalvou que a unidade não dispõe de pessoal, como médicos e enfermeiros. Fechado desde 2011, o hospital da Misericórdia de Valpaços reabriu recentemente depois de um investimento de cerca de cinco milhões de euros da Santa Casa e da Câmara de Valpaços. A unidade tinha em funcionamento a fisioterapia com 75 utentes por dia, um serviço que foi, entretanto, suspenso por causa do novo coronavírus. O provedor referiu que foram também canceladas as consultas externas e as análises clínicas. Para breve estava prevista a entrada em funcionamento da unidade de cuidados continuados, que foi adiada por tempo indeterminado, faltando também abrir o bloco operatório e o Serviço de Atendimento Permanente (SAP). “Neste momento o que é prioritário é o combate à pandemia. Como ainda não abrimos disponibilizamos todas essas áreas. Temos uma infraestrutura equipada e pronta”, frisou Altamiro Claro. A Santa Casa da Misericórdia já implementou, em todos os seus equipamentos sociais, o plano de contingência para prevenir a doença Covid-19 entre utentes e colaboradores e encerrou a creche e o jardim-de-infância por tempo indeterminado. A instituição, de acordo com as indicações do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, mandou para casa os utentes que frequentam os centros de dias de Valpaços, Carrazedo de Montenegro, Friões e Lebução, onde as equipas da Santa Casa passaram a prestar apoio domiciliário