Santuário de Fátima cancela peregrinação de maio

Escrito em .

As principais celebrações serão realizadas na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, presididas pelo cardeal D. António Marto, mas sem a presença de fiéis. A peregrinação internacional aniversária de maio ao Santuário de Fátima, que normalmente reunia naquele espaço entre 200 a 300 mil pessoas, vai celebrar-se pela primeira vez sem a presença de peregrinos, devido às restrições impostas e aconselháveis de combate à propagação da Covid-19, anunciou esta segunda-feira, 6 de abril, o bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto.

"É com muita dor e tristeza de alma e coração, mas também com grande sentido de responsabilidade que neste momento comunico que o Santuário de Fátima irá celebrar a grande peregrinação internacional aniversária de maio sem peregrinos fisicamente presentes, sem a presença física de peregrinos, como tem sido habitual", afirmou o cardeal, numa mensagem emitida pelos serviços de comunicação do santuário. Para D. António Marto, suspender esta peregrinação nos moldes habituais, "é um ato de responsabilidade pastoral e também um profundo ato de fé", mas também uma medida difícil, pela importância da celebração, "em particular para tantos milhares de peregrinos que aqui vêm em busca de um alimento, de conforto e de paz para o ano inteiro". Face a esta alteração, o programa da peregrinação não está ainda decidido na totalidade, mas é certo que as principais celebrações decorrerão na na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, serão presididas pelo cardeal D. António Marto e transmitidas pelos meios de comunicação social e digital.

JN